Conceito de vida

Bate papo da minhoca com a árvore,
ou, será da morte com a vida?


• Oi eu sou a morte, rastejo por debaixo dos seus pés, amo terra e sou alimentada por ela.

° Oi eu sou a árvore, sou fonte de vida, luz e alimento.

• Meu trabalho é invisível, sou fria e maleável, aro e passeio por todo solo.

° Sinto seus passos por aqui diariamente, senhora dorMinhoca.

Eu sou a conexão entre o céu e a terra, sou tronco e fluição.

• Apesar deu fazer parte de suas histórias, os homens não se interessam por mim, mas, eu me interesso por eles.

° Eu já vi muitos humanos, aves e animais passarem por aqui entre as estações…

Sabia que você as vezes me faz cócegas?

• Hehe, eu gosto muito de olhar e admirar o balanço de seus cabelos verdes quando coloco a cabeça para fora da terra. Sabia?

°Você é benvinda!


A morte faz parte da vida, é seu alimento invisível. A morte gosta da vida. A vida se diverte com a morte. O caminho é de passagem e evolução. Pôr a cabeça para fora de si é integração. Você é bem vinda à transformAção.

7 comentários

  1. Por coincidência vi ontem um belo filme “Encontro marcado” que trata desta relação entre vida e morte…Seu texto me trouxe à tona outro elemento do humus…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s