Autoimagem

 

Da identificação e da desindentifcação com o ego.

Construí uma autoimagem lindíssima

Coloquei fitas, verniz e perfume

Afinal autoimagem é sinônimo de autoridade

Todos os dias de manhã banhava a autoimagem

Penteava seus cabelos, colocava o cinto e o salto

Esqueci do sinto, do leve, do sei e solto

Quando aparecia alguém

A autoimagem me autoafirmava

Foi dando tão certo

Os dias realmente pareciam belos

Eu não notei a sólida solidão

Eu acreditei realmente ser o que os outros queriam ver em mim

Até na hora de dormir

Lá tinha um som para me distrair

Amanhã têm mais espelhos, você vai ver

Nesse ínterim

A autoimagem desvencilhou da autocrítica

Nem percebi

Me perdi

Me feri

Me abduzi

Quando despertei

Só queria um abraço

Mas quando olhei do lado

Ninguém me reconheceu

Que frio

Estou viva

Mas falam: já morreu

A autoimagem me fez

Mas essa não sou Eu

Acordei no paraíso.


Pra que servem as palavras

se a casa está deserta?

Som de Maria Bethânia, Quem me leva meus fantasmas.

 

 

3 comentários

  1. Este texto, sem dúvidas, é um de seus melhores. Texto para ser afixado no espelho de muitas pessoas e num quadro de salas de psicanálise e outras similares…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s