Cachorro velho

Olhe só aquele cachorro velho, seus pelos estão esbranquiçados, olhos marejados, passos lentos, poucos dentes.

Vejo que ele carrega a família e não ao contrário como se pode imaginar olhando de fora.

Dizem que os cachorros vivem menos que os humanos. Será mesmo?

Eles são tão intensos e presentes no momento, características que se quisermos ter nos dias atuais, com suas imensas demandas, precisaríamos de muito adestramento.

Mas, não temos tempo…

Em meio aos latidos e rosnadas, bom mesmo é ter um cachorro velho para nos contar histórias antes de dormir. Eles sabem mais de nós do que nós mesmos.

Sabem porquê?

Porque eles assumiram sua missão de acompanhar.

Lado a lado, lago a lago, laço a laço.

Fraterno abrigo.

8 comentários

  1. Sabe por quê? Porque têm o sentido/faro/sensibilidade de verdadeiramente serem. Perdi minha companheira fiel, em junho de 2019. Ela assim o foi por 17 anos. Já havia perdido outras fêmeas companheiras antes. Ele, contudo, foi a última, a mais companheira, por anos. E eu sinto muito a falta dela, Cristileine.

    Curtir

  2. Saudades de seus escritos. Estar presente pra vida está além da contagem simples do passar do tempo. Ter uma vida duradoura não significa viver de forma verdadeira. Há diferença entre viver e existir. Com certeza o cão vive mais do que nós.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s