Aflora

Afinação

A

fina

ação

Ao fim da ação

O som.

Tenho pensado muito sobre nossas afinações, nossos fins, meios, afinidades, aflições e atitudes.

Tudo passa tão rápido, o tempo é extenso e intenso simultaneamente. Nosso maior desafio nem é essa dualidade, mas, é não se apegar.

Entre a impermanência e a eternidade há o pulsar, o aflora.

A minuciosidade da beleza de uma flor está estendida no nosso caminho meio à mata, ainda que poucos a veem, nem por isso ela deixa de ser.

Quem é você?

Hoje escutei um som lilás. O inseto tocavam suas cordas, acordei suavemente do sono de dias perfeitos.

Amanhã a flor não estará mais aqui, já a sua afinação não deixará de existir, porque lhes contei do conto que ela me cantou à flor da pele.


Estou também no Instagram, onde procuro levar uma proposta com fotos que clico na rotina e contextualizá-las com textos menores como nessa proposta acima. Quem estiver por lá convido pra conhecer:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s