O luto e a borboleta

Foto de Mariana Gouveia

O luto é uma luta
Por vezes deixa a alma poluta
De tanto enlutar

O que dizer da conduta
De quem se ajunta
Em quem não mais está?

Silêncio e aceitação
Presença e oração
Carinho ou
O que podemos dar

A dor afeta o auto apreço
Não se paga e nem se apaga
O amor e o transformar

Borboleta no casulo
A vida é mesmo um barulho
À todos move o voar

Nos ventos embaralhados
O tempo é bem amado
Ao centro à nos soprar

Raiz da eternidade
Me abro
À ti.

➡️AMOR e A MORTE =a mesma raiz⬅️


Mais fotos de borboletas, joaninhas e natureza no instagran de Mariana Gouveia, quem além de tudo tem um belo blogue de poesias por aqui, chamado “O outro lado”.

6 comentários

  1. Que coisa linda tu comigo!
    Grata tanto!
    A palavra Luto é tão complexa… Do que me lembro de minha mãe, é ela toda de preto – luto eterno pela morte de meu avô – depois, da luta diária com a doença. Quando resolveu tirar o luto, morreu.
    Eu adorei o poema e me honra estar aqui.
    Grata mais uma vez!

    Curtir

  2. Ah, e esqueci de falar sobre as borboletas… Essas, são minhas amigas constantes. Tanto no estômago, quanto no meu quintal.
    Um abraço carinhoso, querida e obrigada sempre 🧡😍🦋

    Curtir

  3. Me gusta mucho cuando un poeta dice que le gusta mi escritura porque sé que los poetas leen mucho más que texto, leen almas. Muchas gracias por esto. Mantén la paz y cuídate también.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s