Isso basta

Clamei por intuição

Enquanto a inspiração estava dormindo…

Ô vago mortal

Que não sabe o que se passa

No sono e nos sonhos

Como pode chamar o que há em si?

Há vida em ti

Percebeu?

Percebe eu?

Abra os olhos quando se faz noite

Veja as estrelas nos buracos negros

Feche os olhos quando a luz for forte demais

Ela pode te cegar

Sinta o sossego que tanto procura

Na irradiação

Que atrai a todos

Sem ira

No dia

De ação

Tenha o intuito de ser

Raiz que se alastra

Ouviu o que eu disse?

Isso mesmo

Feliz

Isso basta.


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

4 comentários

Que tal deixar a sua opinião?