Dias especiais

Hoje é um dia especial

Mais do que número isso representa a troca e a dedicação. A troca que a cada dia vamos construindo juntos, ensinando e aprendendo. A dedicação ao que me propus: tirar a máscara da cara, falar da depressão sem medo, escrever diariamente (exercício de persistência), apresentar minhas poesias e receios.

Só posso dizer obrigada, muito obrigada, estou muito feliz pela NOSSA vitória.

São 851 posts desde março de 2017 quando recebi a primeira seguidora (Renata Tradutora).

Aqui conto minhas peripécias com a depressão, trago informações na forma de reportagens e depoimentos sobre esse tema; opiniões e crítica social; e claro, muita poesia (menina dos meus olhos).

Nem sei mensurar o significado desse espaço para mim. Só sei dizer que modificou a minha vida para melhor. Pesquiso, fotografo, leio, todos os dias com a finalidade de me informar e dividir com vocês. Porém, são nos comentários e leitura de outros blogueiros que mais encontro caminhos para crescer. Essa troca é fantástica!

Comecei aqui como terapia, já que tenho mais facilidade para escrever do que falar. Naquela época era toda tímida, insegura, ácida e descrente. Junto com o tratamento para a depressão e algumas mudanças de hábitos fui modificando até na escrita. Aqueles sentimentos ruins ainda rondam, mas aprendo como domá-lo a cada dia.

Assim, gradativamente percebo que a aceitação e a gratidão são os melhores rumos. Isso sim devemos seguir:

  • aceitar as coisas/pessoas que não podemos mudar, afinal cada um tem um grau e faz sua própria evolução.
  • Agradecer por cada flor que canta poesia e jabutis que deixam suas pegadas na Terra.

Isso sim é o que vale porque mil te seguirão, outros te rejeitarão, mas o teu exemplo ficará para sempre. Eita como gosto de parábolas e metáforas, risos.

Por fim, vou dividir com vocês mais fotos de dias especiais na minha vida. Imagino ser interessante saber quem está por detrás da tela.

Primeira comunhão

Sou a do meio na cadeira de rodas, por causa das cirurgias nas pernas que contei pra vocês. Foi em 87, tinha dez anos, a idade da minha filha hoje.

Eu e ele na praça aqui perto de casa

Saudade

Quem me seguraram aqui por muito tempo, hoje sei que filhos crescem e que a vida é a gente e nossa criança interna…

Vim dessa mistura de gente boa😍

Abraços cristalinos 🙋🏽‍♀️

Cris.

Ps. Hoje o post demorou para porque fiquei divagando nas fotos.


e-books por Cristileine Leão


para contemplar a beleza

Flores cantam Poesias: fotografias e poemas

para crianças e para quem gosta de autoconhecimento e meditação

As Pegadas do Jabuti


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

25 comentários

  1. Descrevo minha alegria por você nesta foto de seu pai e de sua mãe… que alegria pura no olhar e sorrisos dele/a… estou entre os mil que seguirão, mas, nos segundos mil, pois já chegastes a primeiro mil….

  2. Parabéns pela persistência, por compartilhar, por não desistir, por se conhecer cada dia mais e, com isso, aprender a conviver com os efeitos da depressão.

  3. A maior felicidades que temos esta refletida no sorriso e olhar daqueles que nos cercam de amor. E você é a melhor versão de você mesma, hoje e sempre. Sucesso 🙂

  4. Obrigada Jr, obrigada por passar nesse espaço, deixar comentários que horas me confundem e noutras me comovem. És sempre um “com”. Super abraço🙋🏽‍♀️

  5. Muitos parabéns pelo trabalho, persistência, partilha e por tudo o que nos ensina e alerta da sua experiência vivida! Saúde e felicidades! Um abraço!

  6. 🤗fico tão envergonhada de pôr fotos, sei lá pq, fui mexer no baú e encontrei mais fotos de flores e paisagens do que pessoais😂
    Obrigada pelas felicitações, beijos.

  7. Parabéns Cris! Aí está o resultado da sua dedicação! Continue escrevendo , pois continuaremos lendo e apreciando seu trabalho! Bjos

  8. Adorei te ver!😁Obrigada por compartilhar um pedaço da sua história e parabéns pelo sucesso do blog! Beijo🌷🌻

Que tal deixar a sua opinião?