O encontro

A primeira vez que
Eu vi o mar
Tive aquela sensação de
“Não sei se vou ou se fico”
Tão grandioso
Que não sabia se era pra mim
Até hoje não tenho certeza
Se mar tem fim

A primeira vez que
Respirei
A primeira vez que
Conversei com Deus
A primeira vez que
Gozei

Todo dia
É o primeiro
Para quem não enxerga
O fim
Mesmo sabendo que
Nas profundezas
Há escuridão

Claro
Corri de braços abertos
Ao encontro
Na Praia Grande


Flores cantam Poesias
conheçam o ebook aqui


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s