Pato real

Que pena

Que nem toda pena

Flutua sobre águas

Embarquei

Em reservas naturais

Descobri o voo

Dos patos

Mais do que isso

Revelou-me o fato

De que por vezes

Apenas

Precisamos silenciar

Para nadar

Na leveza

Bem como

Para enxergar

A beleza

Que existe

Acima de qualquer

Estaca.

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

4 comentários

  1. Gostando o meu companheiro de fotografar aves, frequentamos reservas naturais, pateiras e outras zonas onde haja água.
    E é muito curioso que o ritmo dos patos, o seu deslizar suave nas água (mesmo que sejam por vezes um pouco barulhentos e turbulentos) é extremamente relaxante a nível visual.
    Com eles, os pensamentos deslizam… diluem-se na água…voam…
    Diria que, com eles, percebemos que a vida pode ser mais simples. Apenas isso.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.