No fio

São cinco os passarinhos
Enfileirados no fio de alta eletricidade
Que corta o céu acima da rodovia

Os passarinhos não contam
Eles cantam
Sem serem ouvidos

Às vezes contamos
Às vezes cantamos
Às vezes somos contados

No fio
Na pista
Voamos

Na passagem
Na paisagem
Dirigimos

São cinco
Os tripulantes
No fio da pista

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

7 comentários

  1. Muito agradecida por suas palavras. Este poema surgiu njma viagem, olhei para cima e vi 5, olhei no carro e outros 5. Percebi que todos estamos procurando caminho. Abraço e boa semana.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s