O dia cheio

Ganho do dia: ficar no meio da multidão sem sentir taquicardia, mãos frias, pavor. Nem lembrar desses sintomas… Imagina uma rua aglomerada, que os passos têm que ser dados como se fosse coreografia, tua cabeça dizendo “e se der algo de ruim aqui e você não ter como sair”. O tal do “E se” ficou para trás. Foi tudo bem e maravilhoso.

Evolução: enfrentar fila de uma horae meia sem reclamar, afinal a fila é para todos. E mais, não deixar que um casal furar a fila. A moça me disse: “nós temos pouco tempo“, com o meu ralo inglês eu respondi: “o dia têm 24 horas para todos nós“. Olha só sabendo me impôr, gostei eh!

Descoberta do dia: El Bosco (Hieronymus Bosch 1450 – 1516) gente não sei explicar o que é a pintura chamada “O Jardim das Delícias“, vocês podem pesquisar no Google, ver em livros, cartões postais, televisão; ou até mesmo o ver pessoalmente 1, 2, 3 mil vezes, dúvido que assimilará a mensagem. É uma mistura de Alice no país das maravilhas, Dalí, o Mágico de Oz, a Fantástica fábrica de chocolate, O inferno de Dante, O paraíso… E nada disso porque a pintura é realmente muito original e genial. Ficava de boca aberta e questionando de que mundo é isso… Minha filha respondia do mundo da loucura. E eu dizia “se for assim quero ser louca”.

Por fim, hoje mais que nunca percebi o quanto é válido o tratamento para a depressão, vi tudo com outros olhos e foi ótimo. Não fui um peso para a diversão de ninguém, não fui um fardo para mim. Aprendendo aceitar o dia cheio. Gracias.

Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

12 comentários

  1. Aprendemos a admirar a beleza da vida a cada nova etapa. Um passo de cada vez, é assim que eu e minha turma nos aventuramos por vários planetas. Aloha!

  2. Dias sim, dias não eu vou sobrevivendo sem nenhum arranhão…😂 lembrei desse som agora.
    Que seus dias em 2019 sejam cheios de alegria e encontros😘

Que tal deixar a sua opinião?