Deságua.

Entre as eras
Entre as feras
Entre as desilusões
Há um rio
E suas margens/

À quem ouse atravessar
Uns só sonham
Outros se recusam a olhar/

Ele flui
Ele influi
Ele testa o respirar

Ele ensina
Noite e dia
O rir deságua
No a.mar/

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s