Lutar contra o leão.

Depressão – depoimentos.

Aqui mais um depoimento de pessoas que lidam com depressão, nesse caso de uma jovem youtuber, do canal Poesia Destilada, sobre resenhas de livros, filmes e séries.

A principal questão levantada foi

Você acredita na cura da depressão?

Eu não. Mas como foi bem falado por essa moça Ana, é uma questão de escolha, escolher batalhar ou se render. Isso quer dizer que nosso humor pode nos regular ou dominar.

Disse que não porque você segue o que lhe é proposto no manual de instruções, do psiquiatra e da psicóloga, realmente vai dando tudo certo.

Aí você pensa, pronto ainda bem, estou curada, aí aparece um gatilho do além, e aqueles pensamentos perturbadores de “não vale a pena estar aqui” começam a te perseguir… Aí você se esforça para não ser um peso para os outros, aí você não consegue ver um palmo na frente do nariz. Aí você não aguenta seu próprio peso. As sombras da mente começam a atacar até o corpo, que vai deixando de ser sadio. É horrível.

Hora de lutar, para não voltar para a caverna. Para não se entregar. Mas, como bem disse essa moça, lutar cansa: têm dias que você vence contra o leão, têm dias que você perde, e têm dias que você nem pensa em lutar contra ele.

Mas reconheço que a luta está aí para todos, tendo ou não depressão, uns acham que vale a pena.

A frase que mais gostei desse depoimento foi

“Ninguém escolhe ter depressão.”

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

7 comentários

  1. Depressão não é o problema da atualidade, ela sempre existiu em todas as pessoas, simplesmente existem situações que disparam para que ela se mostre. Assim como a tendência ao vício. Há quem sempre bebeu e nunca pensou que se tornaria um alcoólatra e de um momento para outro algo dispara e ela torna-se alcoólatra. Assim é a depressão, o alcoolismo, a psoríase, e tantas outras situações que muitos preferem classificar como doenças sociais. Não há cura, há convivência e controle quando se admite estar afetado pela mesma. O bom é as pessoas estarem sempre trocando informações e se auto ajudando.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Muito bem observado! Gostei especialmente do penúltimo parágrafo. Acreditj que se todos tiverem essa consciência, a convivência será facilitada. Muito obrigada por seu comentário tão certeiro. Abraços 🙋🏽‍♀️

    Curtido por 2 pessoas

  3. “Mas, como bem disse essa moça, lutar cansa: têm dias que você vence contra o leão, têm dias que você perde, e têm dias que você nem pensa em lutar contra ele.”
    Exatamente. E é difícil, também, aprendermos a lidar com tudo isso, aprender sobre tudo isso.
    É matar um leão por dia mesmo.
    Ótimo vídeo compartilhado!

    Curtido por 3 pessoas

  4. Obrigada Tati, quando escuto vídeos assim, ou mesmo leio textos como os seus que são mais diretos e objetivos, parece que minha voz ecoa, que não estou só, que alguém entende o que se passa aqui dentro. Confesso que me assustei com a história daquele autor… Também que fiquei pensando, poxa, agora que tenho consciência do que se passa, vou ter que lidar com isso para sempre… É difícil explicar, mas parece que meus vínculos e interesses são diferentes dos outros, falo de inclusão, falo de sonhos e desejos. Às vezes parece que tudo é tão artificial. Que todos sofrem mas estouram fogos de artifício. Não consigo ser assim. Sei que vou ter que lidar com esses pensamentos. Agora com mais energia e orientação devido ao tratamento. Só do corpo não estar debilitado já é um grande avanço. Quanto à mente, vamos enfrentando o leão e aprendendo a viver. O que parece que os outros já sabem. Desculpe as palavras com tanta negatividade, estou no meio de um ataque, tentando pensar diferente. Abraços.

    Curtido por 3 pessoas

  5. Pelo contrário, me identifico muito com suas palavras.
    Às vezes também tenho essa sensação de que nada parece verdadeiro.
    E vamos tentando melhorar.
    Bjos

    Curtido por 3 pessoas

  6. Uma vez li num livro de autoajuda que a melhor maneira para ir convivendo e acabar superando a depressão é não lutar contra ela.Se você está em casa e sente uma terrível vontade de ir pra rua,vá pra rua!Mas,se depois de cinco minutos que estiver na rua,de repente sentir agonia de voltar para casa e ficar debaixo da cama,volte corendo para casa e se esconda debaixo da cama!Não faça resistência,não lute contra a depressão,faça o que der vontade que,uma hora,o equilíbrio volta e a vida retorna a ordem.E aí,você concorda?

    Curtido por 2 pessoas

  7. 🤔 não, pelo menos no meu caso o isolamento só tende a piorar. Então, quando tenho energia (falo da física mesmo) tento sair. Uma simples caminhada já areja a cabeça. Mas, confesso que é muito difícil socializar quando se vê tudo cinza…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s