Roda dúvida.

Não sabe de nada que se passa
Dentro do próprio corpo agora
Não sabe de nada que gira
Além do teto do céu

Não sabe das vezes livrada do perigo
Não sabe da falta que faz aos amigos
Não sabe que não sabe sonhar

Não sabe que a realidade não é só o que se apresenta
Não sabe o ré e o inventar

Não sabe se o sol brilhará amanhã
Não sabe das graças que há
Não sabe que fim levará

De nada sabe
Além de chorar
No peito
Desde o berço

Já no leito da morte
Disseram
Lágrimas secará
Será?

Porque lutamos em aceitar
A vida como ela é e está?
Não sei.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.