Melancia.

Pelos 4 cantos desse verão por onde andei encontrava com ela me convidando para um aperitivo, um drink, um bate papo, uma cor chamegante, um sabor refrescante.

Okay melancia você venceu, aqui me derramo para você.

Se a laranja souber, certamente vai se ofender, chamará a banana, vão querer me render; mas nesse calor dourado, vermelho com pontinhos pretos é o sabor sem pecado.

Versos à Melancia

Me diga se não é uma perfeita combinação: melancia, sol e verão?

Se de fruta ela não tivesse nadinha

Poderia ser uma joaninha

Na terra dos gigantes

Água vermelha e doce
Escorre na boca
Enquanto refresca alma

De semente em semente

Escorregando entre os dentes

Melancia preenche

Caudalosa
Espaçosa
Escaldante sabor

As listras nas tuas cascas

Me convidam

Busco a faca

Cortei

Se teu ofício
É me trazer benefícios
Tome agora
A fatia do meu sorriso

Adorei

Seu sorriso de melancia

A me rodear

Volte outro dia

Mela

Quanto mais

Mel

an-si-ais

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

12 comentários

  1. Nos dias em que eu trabalhava na roça, na minha adolescência, encontrar uma melancia no meio do milharal era uma dádiva divina…

Que tal deixar a sua opinião?