Bronzeada.

Mais de meia noite, continuo deitada na rede da sacada para ver o fenômeno da lua vermelha. Esperava escuridão e quietude…

Es tut mir leid (me desculpe) mas a lei do silêncio não funciona para os nativos, talvez sim para os latinos.

Escuto o bater de garrafas, gargalhadas se misturam com o barulho da avenida, carro, moto, caminhão, quebrou uma garrafa. Como será que se fala caco em alemão?

O céu está iluminado pelas luzes da cidade, chega madrugada, chega. O brilho das estrelas disputam espaço com os dos aviões. Às vezes tenho a impressão que o tráfego é maior no céu do que no chão.

Será que estou com a vista embaralhada? Trágico se não fosse habitual. De fato não enxergamos quase nada na escuridão. Mas aqui está tão claro, tão, tão. As perturbações são evidentes.

Posso ver Marte claramente. Será que ele me vê?

Dizem às crianças que quando morremos viramos estrelinhas…
Já identifiquei a rota

A lua começa clarear
Gradativamente

Mudo de posição mas não gosto de balançar
A rede não respeita
Ela foi feita para o movimento

Não entendo nada do que eles falam
Será que também estão vendo a lua?

Milhares de olhares no mundo estão a lhe mirar
Nesse pensamento recebo um pouco de conforto da interligação

Embaixo da mesma lua
Olhar não tem nação

Estou sem noção do porquê bateu essa ansiedade

Acabei de voltar de férias…

O barulho me incômoda
Vejo uma luz que não é tão rápida como as aeronaves e nem tão estática como as estrelas.

O que será?
Só pode ser um drone
Afinal hoje em dia fenômenos são para serem filmados e divulgados
A melhor foto, o melhor lugar, o melhor tudo.

Vim aqui buscar o nada, desisti, vou voltar para a cama
A que chamo de minha, à qual muito tempo não via.

Espero que nela encontre escuridão e silêncio
Foram dias intensos de muita informação
Preciso assimilar o que passa no meu céu.

Vou dormir, ao menos estou bronzeada, pelo banho da lua.

Boa noite.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

6 comentários

  1. O encantamento pela lua é universal…mas, me parece que ela só acolhe os ‘loucos’ que conseguem viver sempre no ‘mundo da lua’…vermelha, amarela ou azul….prateada….

    Curtir

  2. Eu vi a lua vermelha, e eu tinha bebido metade de outra vermelha. O resultado é q tive sonhos estranhos.

    Outro dia, eu estava no shopping com o mais velho, e falávamos sobre como é rica a nossa língua. Nós inventamos na hora uma palavra e o outro a entende, por exemplo. Assim, é caco q também não faço ideia como seja em holandês. O mais provável é q seja o mesmo q pedacinhos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.