Nascemos antigos.

Antigos ficam

Nossos pensamentos

Nossos julgamentos

Nossos ensinamentos

Antigo fica

Tudo o que achamos

Que é mais sólido

E mais seguro

Antigo fica o tempo

Quando paramos

de confraternizar

Antiga e lenta

Evolução

Cada pedaço de tijolo

Foi assentado pelas mãos de uns

Para a adoração de outros

Cada qual defendendo

Seu templo de sobrevivência

Nascemos antigos

À procura de histórias

O que seria da vida

Sem a poesia?

Que nos atende

Independentemente

De onde você está

Como antigamente.

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

7 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.