Talvez.

Talvez seja flor, talvez seja cão, talvez tenha cor, talvez não, tudo depende da visão.

Sei que eu deveria ter perguntado de você, mas fiquei com receio da resposta. Talvez um milagre possa acontecer. Têm muitas questões que não estamos preparados para ouvir a resposta.

Oi, como vai, tudo bem? é a maior delas, porque é a mais prática e usual dos nossos dias. Respostas permeada por mentiras, fantasias e dúvidas.

No fundo todos de casa sabemos o caminho para onde você está indo, e não podemos fazer nada, a não ser ficar do seu lado. Eu nem isso posso, estou a um oceano de distância.

Nunca imaginei que o distanciamento fosse nos unir mais. Meus pensamentos te seguem, espero que esteja vendo os meus curti da vida. Te curto muito. Estou curtida de saudade.

Qualquer formato semelhante ao seu que vejo passar na rua, meus olhos seguem, te sigo. Fico imaginando você e eu naquela fase que estão os passantes. E tudo passa.

Mas ainda não tive coragem de perguntar se você melhorou porque já sei a resposta. Desculpe, estou sendo egoísta em me poupar dessa dor de amor. É que toda vez que sei de sua dor física, também morro um pouquinho por não poder fazer nada.

Todos dizem, é assim mesmo, é a idade. Todos deveriam saber que para o amor não tem idade, no amor tudo existe e vive na eternidade.

Ainda assim, sou tão pequena para viver o sempre, para mim é até complexo viver o agora. O meu maior consolo é saber que não preciso abrir a boca para você saber que te amo… você não entende palavras, você entende aconchego e olhar.

Estou na agonia da espera da pergunta fatal. E depois dela?

Depois dela talvez a gente volte a se encontrar… Sentença tão sem resposta quanto as oi como vai tudo bem? Quem sou eu? Para que existo? Para onde vou?

O fato é que jamais esquecerei do seu olhar peralta que me fez te levar para casa, da sua barriga virada para cima pedindo uma roçada, de quanto me colocava para fora da casa com a sua felicidade de um caminhar, de quando comeu todo o peru da ceia enquanto víamos a queima de fogos da janela, de quando devorou o circuito do portão eletrônico, de quando me defendeu de um pitbull…

Depois de você quando me perguntarem como vai, tudo bem? Responderei “like a be eagle”.

Talvez alguém entenda.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

11 comentários

  1. Sentença tão sem resposta quanto as oi como vai tudo bem? Quem sou eu? Para que existo? Para onde vou? ????????????????????????????? isto é o que consigo responder a suas perguntas….?????????????????????????????????

  2. Like a “be eagle”, flying free in the sky. R.I.P my very best old friend, with all unconditional love

Que tal deixar a sua opinião?