O prato do dia.

Pouco sei do que se passou com Maria
mas seu olhar diz da sina
de sempre mirar o chão
um olhar de servidão/

Já João esbanja simpatia
apenas sai do prumo quando é dominado pela ira
o que acontece dia sim, dia não/

Maria se faz de forte
só que não conhece o horizonte
então ela não tem nenhum norte/

João parece um pavão
abre as asas para a conquista
depois se perde de vista
no meio da ninharia/

Maria não sabe definir
e nem ao menos decifrar sentimentos
Assim é levada com o vento
sem rumo é devorada pelo tempo/

João adora confusão
em cinco minutos esquece o motivo da tamanha discussão
nunca pensa nas consequências
Imprudências de João/

Maria é acostumada com o amargo
Jiló, café, chicória, tamarindo, toranja
João adora pimenta
Jalapeno, comari, bode, malagueta/

Fui convidada para jantar
Na casa de João e Maria
O endereço:
Travessa dos Conto de Fadas
O prato do dia:
Banquete Eterno.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

8 comentários

  1. João e Maria sempre perdidos á procura dos grãos de milho (comidos pelos pássaros) no caminho da floresta deixados…todos nós temos um João e Maria perdidos em nosso interior…vazio terrestre…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.