Diário de um aprendiz.

Na aula de hoje, a professora ensinou que existem sete maravilhas no mundo que precisam de conservação para o bem da humanidade.

Fiquei só a imaginar…

Estávamos prontos para o debate quando o sinal bateu, ela não conseguiu nos mostrar as sete maravilhas.

Então, eu construi a minha própria lista para apresentar na próxima aula.

O que será que ela vai achar?

  1. Tempo
  2. Saúde
  3. Alimentos
  4. Natureza
  5. Pessoas
  6. Sabedoria

Vou explicar para a professora que há três das maravilhas nós podemos tocar: alimento, natureza e pessoas.

Já as outras quatro maravilhas, são elas que nos tocam: tempo, saúde, sabedoria e fé.

Estou na quarta série, aqui em casa não tem nenhum livro que não seja de receita de bolo para eu pesquisar. Então tive que inventar.

Será que foi assim que Deus criou o mundo? Minha mãe diz que sim. Eu não sei, eu nem sei se vou passar de ano.

Nessa minha criação, cai na real e descobri que não sei nem 3/4 da vida.

Mas, se existem essas sete maravilhas no mundo e eu posso visitá-las, claro que posso, por isso eu tenho incontáveis motivos de gratidão palpáveis e invisíveis.

Imagine só quando eu for para a quinta série. Me disseram que lá existe uma tal de grade curricular, isso mesmo uma “grade”. Tenho horror que prendam passarinhos.

Percebi que tenho muito o que aprender para crescer, não sei o que vou querer ser.

Tenho muito que aprender de matemática, geografia, história, da linguagem humana, do que posso e não posso tocar, do que me toca e de quem eu posso tocar com as maravilhas.

Por hoje basta.

Até amanhã querido diário.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

9 comentários

  1. Grade… o ensino aqui no Brasil é bem assim…em geral prende a todos… alunos e professores…é difícil ‘pacas’ fugir….libertar-se…as crianças sofrem…pequenas filósofas escorregando pelo ‘pêlo do coelho’ (Joisntein Garden).

    Curtido por 1 pessoa

  2. O pior foi que foi baseado em fatos mais ou menos reais🤣 uma vez a professora pediu um trabalho sobre os tipos de construções, entre elas estava o arranha-céu, eu não sabia bulhufas, então inventei😂 não me pergunte o que eu fiz para arranhar o céu 😂😂😂 não lembro, deve ser bloqueio. Mas recordo a sensação de constrangimento. Mas, graças a isso arranho umas letras hoje. Beijos L&V e Jauch.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Estevam, tirando os Montessori da vida, até hoje o único modelo escolar inovador que ouvi falar foi da Escola da Ponte em Portugal, onde não há a grade curricular, os alunos estudam por assunto e em cima daquele assunto aprendem todas as matérias. Onde os alunos não são separados em classes e séries, mas pelo interesse e conhecimentos do que se é debatido. Os mais velhos ensinam para os mais novos. O professor é o guia que orienta os grupos.
    Meus filhos estudam numa escola que funciona “mais ou menos” assim, mas não deixa de seguir o currículo internacional. Então é um misto. Fico muito feliz porque vejo um grande trabalho para formar cidadania, tolerância e sustentabilidade. Ou melhor, o foco não é só no vestibular. Mas confesso que no começo foi muito difícil para eu mensurar como eles aprendem. Uma das coisas que mais gosto é há um dia da semana para os mais velhos lerem para os mais novos, por exemplo minha filha da terceira série lê para o jardim da infância. Digo isso tudo para disseminar tais ideias.
    Minha família nunca foi abastada, então sempre estudei em escolas públicas, exceto na faculdade que tive que pagar. Essa é a lógica do ensino brasileiro, pobres nas universidades pagas de qualidade questionável e ricos na pública.
    Só mesmo os professores dedicados podem abrir a mentalidade de poucos gatos pingados…
    Outra fator que acho que vem para revolucionar o conhecimento é o e-learning. O ensino saiu das salas de aula, há mais autonomia e acesso às informações. Entretanto, ainda precisamos de um tutor para entrar no mundo de Sofia.
    Escrevi demais né 😊 adoro o tema educação.
    Boa semana para vocês 🙋🏽‍♀️

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.