Suicídio: Em Pauta.

Danilo se deu um tiro
E o Collor continua lá
Virgínia pulou do Maksoud
Não há luxo que faz segurar
Toninho diziam ser louquinho
Numa corda foi se pendurar
Suzana era sem limites
Overdose e família triste
Gabriela era reprimida
Se podou com a faca da cozinha
Rafael era exigido
Foi para o quarto e se entregou aos comprimidos
Como assim você não conhece ninguém?
Não se preocupe
Só acontece na casa do vizinho
Ninguém tem nada a ver com isso
Cada um nos seus compromissos…

〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰〰

O quê: Suicídio, bipolaridade, depressão, álcool e drogas.

Quem: Doris Moreno, psquiatra especialista no transtorno bipolar.

Onde: De Frente com Gabi, talk show com a jornalista Marília Gabriela/SBT.

Quando: 31.11.2014

Por quê: Ok esse programa foi exibido há 4 anos atrás quando ainda se falava no suicídio do humorista Robin Willians. De lá para cá muitos outros foram enterrados por esse motivo, famosos e anônimos, e ainda perdura a vergonha e o preconceito para se falar do assunto. Nesse diálogo, a psquiatra explica a relação do álcool, das drogas, da depressão e da bipolaridade que culminam no suicídio. Ela diz quais são os sinais do suicídio planejado. Como também, fala do que podemos dar de melhor para o outro: o tempo. Tempo de conversar, tempo de ouvir. Imperdível entrevista!

FRASES DE DÓRIS MORENO

“As pessoas têm vergonha por ter depressão, elas pedem para não contar, elas omitem no teste psicotécnico… porque existe o preconceito.”

“Muitos pacientes com depressão se medicam com álcool e o humor só piora”.

“A depressão muda o senso de realidade para o negativo”.

“Homens se matam mais que as mulheres, mas as mulheres tentam mais”.

– Perguntas que podemos fazer:

O que está acontecendo? A vida deixou de fazer sentido para você? Você está achando que é um peso para a gente?

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

17 comentários

  1. Ótimo vídeo, e sobre um assunto que ainda precisa ser falado! A Doris atua no Gruda (grupo de pesquisa sobre transtorno afetivo do Hospital das Clínicas de São Paulo). Eles dão várias palestras sobre bipolaridade e depressão. Fui uma vez faz alguns anos 🙂

    Curtido por 2 pessoas

  2. Bia eu tinha visto esse vídeo logo quando eu comecei o tratamento, não sei o porquê até hoje não o havia publicado, pois, ele é muito instrutivo. Quando estava fazendo a poesia lembrei dele…🙋🏽‍♀️

    Curtido por 2 pessoas

  3. A tua poesia é como alguém que assobia para o lado enquanto mete o dedo na ferida. O tabu sobre o suicídio surge da vergonha de si mesmo. O suicídio é um sinal inequívoco que a sociedade falhou para com a pessoa. E a nossa sociedade, nós, no geral, estamos sempre falhando conosco e com os outros…

    Curtido por 1 pessoa

  4. Tento todos os dias aprender algo, e hoje, logo pela manhã já aprendi imenso, especialmente com este vídeo. Apesar de ser uma temática que, felizmente, nunca esteve por perto, sinto que estarei mais atenta a partir de agora a certos detalhes e comportamentos.
    Vídeo muito bem complementado com as palavras contundentes da sua poesia!
    Muito bom post!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.