O desejo final.

Wunschliste = Lista de Desejos

“Quando a poesia vira sua filha, aí você percebe que tem muito o que aprender.”

Estou falando em sentido concreto e figurado, a poesia é para mim uma filha que muito estimo e procuro cuidar bem. Porém, essa poesia abaixo foi escrita por minha filha de nove anos. Já está evidente que fiquei muito orgulhosa por isso, achei a poesia profunda e reflexiva. Procuro não ser daquelas mães que projeta nos filhos seus desejos pessoais, mas confesso que essas minhas duas filhas (a real e a imaterial) me tiram do prumo. Leiam e digam se eu não tenho motivos:

Eu desejo voar
Eu desejo cantar
Eu desejo celebrar
Eu desejo pintar

Tantos desejos passam
De lá pra cá, de cá pra lá
Mas desejos se passam
Passam e não voltam
Não voltam nunca mais
Se passam conosco
Todos passarão

Com todo coração você vai a um velório
Triste não só porque alguém morreu
Mas porque um dia você estará lá deitado
Sem bons e nem maus sentimentos

Esse dia chegará
Não precisa nem desejar
Não tem oi, não tem tchau
Só tem o desejo final
E disso não tem questão
Será puro osso caindo no nada.

A.L.Z., março 2018

Então minha gente, o que estamos fazendo dos nossos desejos e da nossa vida?

Perguntei para ela:

– E o que é o desejo final?

– Não sei mãe. Como poderia saber? Isso é uma poesia.

Por essas e outras, hoje penso que tenho todos os motivos para estar aqui vivendo esse Tipicamente Amor.

“Quando a poesia vira sua filha, aí você percebe que tem muito o que aprender.”

Abraços cristalinos🙋🏽‍♀️,

Cristileine Leão.

 

 

20 comentários

  1. Oi Cristleine a tua filha de 9 anos tem o Dom da escrita menina sensível ve para além da idade dela, sem duvida tens motivo para orgulho, quanto ao Blog dela é difícil e muito administrar dois blogs e entendo a tua preocupação em questões de privacidade etc eu sentia o mesmo é um dilema se fores para a frente diz para eu seguir o blog da Filha e ao mesmo tempo ela também desenvolve a arte da escrita, sendo mãe é sempre um dilema a escolha Bom Domingo para ti e para a tua filhota

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi, Cris!
    Maravilha! Puxou a mãe.
    Satisfaça então o desejo dela.
    Eu também com 9 anos já rabiscava as minhas poesias. Infelizmente não tive a oportunidade de estudar quando criança e comecei muito tardiamente. Adoro seus escritos e adorei o de sua filha.

    Eu digo assim:

    A morte

    A morte é tão traiçoeira que não avisa quando vai chegar….
    E quando chega surprende os que vão ficar…
    Mesmo sabendo que a morte virá, ceifara os nossos parentes, amigos, conhecidos e nossos amores… A incapacidade do Ser humano de demonstrar: gentileza, tolerância, carinho e amor, sem ter que esterilizar pra quem dar, não importando se preto ou branco, se pobre ou rico, ou qual sua preferência sexual, ou seu estilo de vida…
    O que importa é ter a consciência de SER!
    E,
    Distribuam, sempre, pequenos avisos:
    “Te amo”
    “Parabéns”
    “Saudade”
    “Bom dia”
    “Volta logo”
    “Belo texto”
    “Gosto muito de você”
    “Obrigada”
    “Boa noite”
    “Dorme bem”
    Meu aviso de hoje vai pra você, é claro:
    “deixar a menina desemvolver-se com seu blog .”
    😘

    Curtido por 1 pessoa

  3. sentimentos são complicados, posso ter duas interpretações nessa poesia uma lendo em uma segunda a tarde e outra em um sábado a noite com umas cervejas fazendo companhia engraçado como nós somos. Parabéns pelo seu trabalho que continue assim.
    ass: Um garoto melancólico em um sábado a noite.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s