Dilemas Feminino – Aborto.

Dia Internacional da mulher II

Aborto. O que é o aborto, se não o direito e opiniões que os outros têm do nosso próprio corpo?

Quer palavra mais ligada ao ser feminino do que o aborto?

Mas se engana quem pensa que o aborto é exclusivamente da mulher. Todos que respiram passam por abortos naturais ou provocados.

Quando somos arrancados da pátria por causa da guerra, por exemplo. Quando não podemos usufruir dos benefícios dos impostos que pagamos por causa da corrupção. Quando somos traídos, subjugados, inadequados, banalizados e julgados. Quando somos o alvo da fofoca alheia, manchados com o sangue da decepção.

Então, quem aqui já não abortou ou foi abortado? Quem aqui já não colaborou com o aborto?

Será o aborto uma decisão unilateral da mulher?

As consequências dele sim. Muito me admira quem taca pedra na Geni, sem querer ser a Geni. Sem saber o que a Geni vive na sua casa e na sua mente.

Não, não sou advogada da Geni, e nem ao menos acho que tenho o poder de julgar sobre a vida e a morte. Por falar nisso, nossas leis são feitas pela maioria de homens com seus ternos no legislativo, no executivo e no judiciário.

Só digo tudo isso para lembrar que o mesmo ventre que cria e dá colo, é onde alguém deitou e gozou um dia. É o ventre, que após aborto, será julgado e marcado com a Letra Escarlate* na pseudo sociedade humana que muito carrega inocência e perversidade, mas não ajuda a criar a criança.

Leia também: Dia Internacional da Mulher I

  • A Letra Escarlate, livro de Nathaniel Hawthorne, 1850.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional

8 comentários

  1. Eu quase q sofria um aborto do meu segundo filho. Estive internada 3 dias, e depois muito repouso em casa. Qdo fiquei no hospital, a tristeza foi o olhar, o comportamento, a frieza das enfermeiras comigo. Foi como se eu tivesse recebido a sentença de condenada. Eu passei um processo espontâneo, eu não provoquei, eu não fumava e nem bebia. Desde aqueles olhares, passei a ver o aborto com outros olhos. Não condeno. Ninguém sabe da vida do outro. Não vou julgar o outro.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Nunca tinha pensado por esse ponto de vista. O olhar julgador petrifica qualquer um.
    Acompanhei pessoas muito, mais muito amadas, quando passaram por aborto, sei que uma parte delas também morreram. Carregam o peso da culpa que fica muito mais pesado quando tacam pedras. E parece que a responsabilidade é única e exclusiva da Mulher…
    Esse é um assunto tabu, como foi a dissecação de corpos/defuntos no passado. O que seria da medicina sem isso? Muitos de nós nem estariamos aqui.
    Discutir questões de ética não é fácil. No caso do aborto, devemos pensar o que será dessa mulher e dessa criança diante da sobrevivência social. Terão mais vida ou morte? Falo da vida que vale a pena ser vivida, não da vida que os outros determinam que vivamos…
    No mínimo o assunto deve ser debatido no prós e contras para chegar ao denominador comum. É o que penso🙋🏽‍♀️

    Curtido por 1 pessoa

  3. Parabéns, Cris, por falar sobre esse assunto que realmente continua sendo um tabu. Sabemos que a responsabilidade sempre acaba sendo da mulher, embora que nem sempre a decisão seja dela. Mas as consequências também acabam sendo só da mulher na maioria dos casos. Tanto na hora de criar um filho sem ter condições, ou de tentar um aborto ilegal. É alarmante o número de mulheres que morrem tentando o aborto porque não podem criar um filho. Claro que esse tema não afeta somente as mulheres, mas a sociedade como um todo. Mas como discuti-lo de forma verdadeira enquanto as mulheres continuarem sem voz? Precisamos falar mais e mais!

    Curtido por 1 pessoa

  4. As consequências acabam sendo só da mulher… essa parte que é injusta. Fiquei pensando muito nesse assunto, há tanto caminho para progredir. Desde a conscientização de sexo seguro, até grupo de orientação para quem decidi por esse ato extremo. Mas, como se percebe, por ser uma sociedade machista e religiosa esse assunto como tantos outros tabus são empurrados para debaixo do tapete.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.