Pedras do caminho.

Rememorando: Bebendo Pedra.

Quando fiz essa poesia pensava na atuação do álcool numa família. Cada um tem sua pedra, cada um dá o que tem. Cada um quebra, abandona ou abraça a sua pedra…aquela mesma que lhe dá apoio e peso nas costas…exige esforço, muito esforço, para se libertar…esforço, muito esforço para ser capaz.

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.