Depressão a dor da alma / Reportagem.

O quê: Depressão a dor da alma.

Quem: Caminhos da Reportagem.

Onde: TV Brasil

Quando: 17.06.2016

Por quê:⬇

Olá pessoal,

Desde quando assumi e comecei o tratamento para depressão, comecei a pesquisar extensivamente sobre o tema. Tanto para me entender, quanto para escrever para vocês. Encontrei materiais relevantes e outros tendenciosos. Essa matéria do Caminhos da Reportagem foi uma grata surpresa. Não só pela qualidade, como também pela maneira objetiva, clara que abordou esse campo diverso que é a depressão. Com depoimentos de pessoas da vida cotidiana, artistas como Chico Anísio. Sem deixar de citar grandes celebridades da história que lidaram com essa doença. Na reportagem você vai encontrar sobre:

  • A depressão em crianças, adultos, adolescentes e idosos.
  • Depressao pós parto.
  • Bipolaridade.
  • Suicídio.
  • Causas, consequências e tratamentos (inclusive do eletrochoque).
  • Tratamentos disponíveis na rede pública de saúde.
  • A importância de arteterapia, yoga, dança, cuidados com o corpo e alimentação.
  • Influência do álcool como agente depressor.
  • Dos estigmas e preconceitos.
  • Distanciamento familiar e social.
  • Perda de emprego, dificuldade de recolocação.

O que mais me chamou atenção foi o seguinte: esse material é de 2016, quase 10 mil pessoas já assistiram, dessas apenas 172 curtiram e 5 não. O problema aqui não é o número de likes, mas o distanciamento entre esses números. Garanto para vocês que qualidade e conteúdo a reportagem tem. Então, para mim, o argumento que justifica é o preconceito, o temor de dar um curtir ou um comentário e deixar lá rastros. Atenção essa é só a minha opinião. Voltando…

  1. Posso dizer que senti satisfação por ver tão excelente trabalho, através de reportagens assim até volto a acreditar no jornalismo. Abordagem tão completa como essa só encontrei no livro Depressão: O demônio do meio-dia, de Andrew Solomon. O ponto que poderia ser acrescentado seria sobre o valor da espiritualidade, da conexão com o transcendente. A reportagem dura aproximadamente uma hora, tenham certeza de que não será tempo perdido, tanto para quem passa por depressão, quanto para quem acredita que informação é o caminho emancipação. Também para aqueles que querem conhecer melhor sobre saúde mental para ajudar o próximo.

Abraços, 🙋🏽‍♀️

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

7 comentários

  1. Tenho um irmão com alcoolismo e depressão. Alguns acham que ele não tem depressão. Há mais preconceito com a depressão que com o alcoolismo. Sei que ele tem ambos. Só não sei qual teve início primeiro dentro dele. Penso que foi o alcoolismo que levou à depressão. Hoje se retroalimentam.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Sim, disse bem se retroalimentam. De tudo que tenho pesquisado, é a depressão que leva ao alcoolismo, pois, o sofrimento é esmagador e a pessoa procura sair da realidade. Mas, acho que é como a história do ovo e da galinha. Minha família padece com o alcoolismo por gerações. Meu pai teve bastante conscientização no AA., porém, foi só a força de vontade dele que o fez sair do vício isso já a quase 20 anos. Uma benção, toda a estrutura da família mudou, mas, foi um tempo para as mágoas irem embora e chegar o perdão… Eu tenho uma boa resistência e até gosto por álcool, mas sabendo desse histórico me vigio, ainda mais sabendo de todo histórico. Agora estudando sobre a depressão percebi que o melhor é a distância. Outro ponto que verifiquei é que em cidades interioranas as pessoas bebem mais, é até um sinal de status, para uns para espantar o cansaço de um dia árduo de serviço, para outros incapacidade de lidar com os sentimentos por falta de informação. Começam jovens, é não param, e num lugar com poucas alternativas socioculturais, o álcool toma espaço…

    Nossa Alda, ficou quase outro post 🤣 muita emoção envolvida. Espero que seu irmão encontre o caminho. Cada um de nós estamos aqui para isso. Saiba que você é um grande exemplo de incentivo pra mim, quando vejo suas fotos e textos, as paisagens, o voluntariado, a Alda esportiva, tudo isso me anima😘

    Curtido por 1 pessoa

  3. Que bom, amiga! Você é lutadora! Dá pra perceber! Guerreira, vencendo muitos rounds.
    Meu irmão disse uma frase que me marcou e preocupou na luta dele contra a depressão e alcoolismo: “quando a dor e angústia são muito grandes, o álcool é o único que nunca me abandona e dá um alívio, mesmo que fugaz”. Mais difícil se torna vencer o álcool sendo depressivo. Mas com fé, família e amigos vamos lutando!
    Felicidades!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.