Vozes prensadas.

Palavras entaladas na garganta

Coçam, doem

Ardem, inflamam

Alfabeto atravessado

O som que não sai

Cadê o abridor?

Vozes prensadas

Raciocínio vão 

Letras soltas

Sem sentido

Incomodam.

Nesse mundo

De muitos sons

Sou boneco

Quebra nozes

Quebrado.

5 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s