Idílio de amar.

Já fiz 

Promessas à  estrela cadente 

Será que ela sabe o que é gente

No idílio de amar?

Os anos passam

Não seguiremos nossos sonhos

Temendo o pesadelo

Da dúvida 

Em dívida 

Conosco mesmo

Seguimos 

Os anos passam

As estrelas cadentes também 

Os desejos irrealizáveis ficam

As pessoas passam

As histórias passam

Os desejos irrealizáveis ficam 

Riscando o céu 

No idílio de amar 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s