O tempo tudo consome.

Espie só 

Esse ferro velho

Cabeças de boneca que foram acarinhadas

Fogão que já preparou delícias 

Couro de vaca do matadouro desativado

Chaleiras e moedor de carne

Ferro à brasa

Cadeiras de varanda de cordinha 

Pé de máquina de costura

Porta retrato de bronze

Carcaça de máquina de lavar

Motor de canoa 

Rodas de caminhonete

Correntes enferrujadas 

Instrumentos cirúrgicos 

Cabaças e lampiões 

Maçanetas e baús 

Engrenagens e sucatas 

Tudo

Tudo isso já teve vida

Hoje estão aqui dentro 

À atormentar 

http://www.depressaocompoesia.com

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.