Tudo bem?

Agressiva essa troca de tudo bem

Se tudo bem assim não está

O que falta?

Opinião, coragem, postura?

Saber ouvir, falar

Discordar, respeitar?

Tudo bem não resolve

o que dissolve por dentro.

Tudo bem não é bonzinho

Ele te enfrenta no espelho.

Tudo bem é paliativo

Ou melhor, pálido e ativo

Fica ali amarelando

O que não pára nunca.

A vida e nosso desejo e curiosidade

De transgredir para um bem maior

Que o absurdo de cada dia nos trava.

Se tudo bem entrar de férias

Quem vai falar por nós?

Quem vai nos ouvir?

Muitas mentiras podem ser ditas

num gentil tudo bem…

Nem todo tudo bem

Preenche a gentileza autêntica.

Há tantas entrelinhas atrás de um

Tudo bem

Que nos impede de progredir…

Mas, tudo bem, a vida passa logo né?

Para que se entender aqui

Se já foi prometido

o paraíso de tudo bem?

9 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s