Canteiros.


Tudo é mais bonito

Bem nos cantos dos caminhos

Lá estão os canteiros floridos

O pouso das borboletas

Lá as formigas buscam alimentos

As minhocas reviravam a terra

Cores e aromas vivem em orquesta

O sol é maestro

O céu infinito órgão

Coral de canção silenciosa

Ainda assim as pessoas passam

apressadas nas passarelas

Nada de contemplação

Para quem plantaram essas flores?

Correm para o templo de servidão

No canto do escritório

A foto das férias

Lotada de gente e ruídos

Canteiros de solidão

No som, no tato, no tom

Vibrante da vida

Chega a indagação

Que canteiro te respirou hoje?

Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

3 comentários

  1. Adorável pecadora, o encanto das suas palavras fazem deste poema uma verdadeira maravilha…
    A sua poesia é de fato de uma beleza e de uma delicadeza de imagens que dão uma grande satisfação a sua leitura.
    O que sai da sua pena é verdadeiramente «poesia»… ⁀⋱‿❀⁀⋱‿✿⁀⋱‿❀
    Te desejo uma tarde linda e agradável.
    Beijo de chocolate!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.