Falar é a melhor solução.

Fim de mês, cada mês a sua marca, diz a crendice que agosto é o mês do desgosto, talvez para alguns, mas para outros o sofrimento é desmedido a ponto de ultrapassar a barreira do desejo de viver. Falo em SUICÍDIO. Assunto que precisa ser tratado e não abafado. 

Por isso, o *CVV (Centro de Valorização da Vida), realiza o “Setembro Amarelo” com campanhas de conscientização e divulgação para combater essa forma de autodestruição. 

Nessa campanha, vários municípios realizam palestras, passeatas, iluminam a cidade e colocam faixas ou símbolos amarelos, distribuem os famosos laços como no Outubro Rosa, Novembro Azul…

Eventos dos quais você pode checar aqui no site do Setembro Amarelo, ou, telefone do *CVV da sua cidade. Também se quiser participar de um modo mais discreto é só por amarelo na sua vida: roupas, redes sociais, flor na janela. Não há limites para a criatividade. 

Para cada mês há uma cor e uma campanha relacionada à saúde preventiva. Particularmente fico receosa com datas que tentam transformar tudo em comércio. Por outro lado, penso que temos que ponderar o que precisa ser dito e esclarecido para a consciência coletiva.

Verifiquei que, esse movimento de prevenção ao suicídio é mundial. A Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio (ASP) apoia essa campanha e estipulou o dia 10 de Setembro como o “Dia Mundial de Prevenção do Suicídio”. No Brasil, o Setembro Amarelo acontece desde 2014. 

Segundo relatos, atualmente há mais mortes por suicídio do que por guerras. Sendo que, segundo a Organização mundial da Saúde (OMS) 90% deles poderiam ser prevenidos. 

Suicídio é um daqueles veneno silencioso que vai exterminado dia a dia. Pela agonia insuportável, por a pessoa achar que está sendo um peso, pela saúde mental fragilizada e muitos outros fatores, a pessoa escolhe a morte de companheira, considerando ser o fim… Imagina o grau de desespero, não pensa em paraíso, nem em inferno, nada e nem ninguém lhe atrai, sem vínculos, todo fruto de esperança foi extirpado. Considera mais leve viver sem corpo e consciência. Nem fé, nem ciência conseguem explicar, só deduções. Imagino que isso pode ser consequência das muitas doenças sociais que nos afetam. Com o crescimento da depressão esse fato tende a piorar. 

Falo por mim, por vezes um toque de carinho recebido aleatoriamente e a regulagem cerebral de hormônios já evitam maiores problemas.

Temos que agir, isso sim que se chama amor ao próximo. Uma vida poupada, uma que seja, vale a eternidade prometida, vale além das descobertas científicas. Ímpar em significado e mistério. Vida de Amar elo que cresce toda manhã.

Quem acompanha meu blog desde o início (março desse ano) sabe que tento fazer a depressão virar poesia, minicontos, fábulas, informações, e qualquer tipo de arte que desafogue meus pensamentos; busquei ajuda e procurei o lado bom da depressão. Os aqui seguidores talvez também saibam que já tive casos de suicídios na família; e principalmente conhecem a forma como eu descobri a doença e achei a porta de saída: pelo vínculo e respeito à voz de uma amiga. Falar é a melhor solução! Então minha gente: Por favor, não se calem. 

*CVV = instituição que trabalha na prevenção do suicídio há 55 anos e conta com mais de 70 unidades e cerca de 2.000 voluntários no Brasil.

Eu sei, enchi de links,🤦‍♀️não resisti, achei pertinentes essas antigas publicações para o contexto, se quiserem vir comigo, vamos lá é só clicar🙋‍♀️

 Abraços de Amar Elo💛

8 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s