Fábulas II – O pato e a lagartixa.

O pato andava ciscando no mato quando viu uma lagartixa. 

Ficou assustado e curioso, mas se valendo de seu tamanho e força, gruniu um tremendo quáquáquá e começou o rabo da lagartixa bicar.

A lagartixa matreira logo conseguiu escapar. Atravessou túneis no mato, se abrigou entre pedras geladas, não mais gelada que sei próprio corpo. Deixou para trás parte de si. Os dias se passaram, o sol voltou a esquentar, e o rabo da lagartixa a regenerar. 

Passado o apuro, parece que nada mudou na vida deles. O pato continua sendo pato e a lagartixa sendo lagartixa. 

Só parece, porque nesse emcontro uma parte se perdeu no granido e outra renasceu no corpo.

Moral da história: 

Transcender vem em bicadas.


 Veja também Fábulas I.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s