Basta.

A Valentia era prima que eu mais adorava e seguia na juventude, tudo nela era bonito, os rapazes a perseguia, as moças a invejava, a família a exaltava. Era muito bem vista na sociedade. 

Já na idade adulta, meus olhos mudaram, olho a Valentia com certa desconfiança, procuro a manter com certa distância, me pergunto a quem ela serve já que carrega por vezes tanta arrogância e incoerência. 

Reconheço que precisamos dela, mas até para andar com Valentia precisamos de sabedoria. Não é só sair gritando e socando as cegas. 

Alguns irmãos que instingam Valentia, chamado poder e mídia, já se acostumaram com todo seu furor e barulho, e esperam ela passar até ser arrastada pelo esquecimento e indiferença.

E nós aqui, aprendendo lidar com essa família que não é sanguínea, mas promete derramar sobre nós sangue de vitória e libertação. O tempo passa e tudo continua quase o mesmo meu irmão.

Procurava desenvolver coragem e força para lidar com Valentia, me sentia cobaia e pessimista. Ela roubou todos meus namorados, acabou com minhas paixões, e ria de mim pelas costas. 

Eu sempre sem dar respostas. Ainda que por um bilhete escrito: “basta”. O medo me dominava. Então Valentia disse assim: isso é o que dá andar só atrás de mim.

Sabemos que todo valente se alimenta do medo do oponente. Toda depressão nasce onde já houve esperança. Que toda guerra brota onde há revelia. 

Atenção, acredito que toda solução nasce quando estamos desarmados e temos atitude suficiente para assumir a voz do “basta”. Para mim funcionou assim.

A Valentia foi morar em outras bandas, de vez enquanto encontro com ela e com o medo, mas sei que não sou nem um, nem o outro, sei que esses parentes fazem parte da gente.

Hoje rio muito com os posts da prima no Facebook, cheios de felicidade falsa, bem conheço essas faces, essas fases…

Tudo aqui é de passagem apesar das primas contradições: o eu e o nada, a valentia e a covardia, a esperança e a depressão.

“Estamos aqui basta

Estamos aqui bosta

Basta dessa bosta

Bosta nunca basta”

Pronto falei prima.

6 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.