Amarelo, amar é elo.

A chuva traz inspiracão

O céu lava a terra

Gira, gira

Girassol

Na rotacão, na luz

A flor germinou

Cresceu, perfumou, morreu

Deixou a beleza

Refletida em teu olhar

Do puro Amarelo

Amar é elo

Perfume no nariz

Invade até a raiz

Broto e mais broto

Brotou em teu coracão

De bebê que nunca morre.

 

  • Texto dos meados de 1998 com as devidas atualizações.
  • Fotos quentíssimas na praça perto de casa clicadas nesses dias.
  • Bom amarelo à todos. 


Este trabalho está licenciado uma Licença

Creative Commons

Atribuição 4.0 Internacional

16 comentários

  1. Você é extremamente criativa. Adorei o jogo de palavras… As fotos são perfeitas também, principalmente a que tem uma joaninha… tão delicado…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.