Sal no sapo

“Sapo cururu na beira do rio, quando o sapo canta maninha é que está com frio“, quanto embalei nessa cantiga infantil. Como era normal ver sapos coachando pelas ruas, quintais e praças da pequena cidade que me viu crescer. Olhava pra ele, ele olhava pra mim ambos assustados, ambos esquisitos. Ser verde, errugado, camuflado. Ser criança, jovem, adulto, idoso.

Ele lança veneno através dos olhos, e eu, recebo veneno além dos olhos. Os sapos representam muita simbologia por aí de bruxaria até riquezas e transformação. E eu, buscando significados para existir.

De pequenina, até hoje carrego a culpa de ter jogado sal para espantar o sapo, quanta maldade insolente ainda que inconsciente. Quanto pulava o bichinho, como queimava sua sensível pele, como afetou seu respirar, que horror, que arrependimento.

O tempo passou, agora quem  pula sou eu, coacho de frio, minhas costas doe,  queimo por dentro, quanto sal, quanto sal, depressivo sal. Cadê o ar?

Já não cumpro minha função de limpar os insetos do ambiente, nenhuma lagoa por perto para me aliviar. Será que aquele sapo sobreviveu? O medo falou mais forte que a coerência.

Fui mais além no passado, lembrei de passar tempos admirando os girinos numa lagoa, bobinha eu achava que eram peixes, nadavam pra lá e pra cá, ativos, velozes, unidos. Adorava apreciar aquele movimento. Só depois na escola fui descobrir da metamorfose dos girinos em sapos, que aquela coisa redonda, gosmenta, com rabo longo, parecido com o espermatozóide que me chamou a vida um dia, logo ia ganhar pernas, braços, perder a cauda, se transformar num sapo.

Tudo isso ocorre por volta de quatro meses. E eu aqui continuando aprender a ser gente, enquanto for me concedido o ar, com quase quarenta, em metamorfose constante. Espero ter aprendido a canção, quero dizer, a lição.

2 comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s