Depressão com Poesia

2 anos – aprendendo andar

REMEMORAR

Esse mês completei 2 anos de blogue, por isso, esse REMEMORAR será dedicado para essa conquista. Precisamos comemorar a persistência que nos faz bem.

O primeiro post foi Invisibilides, no qual destaco que os depressivos são invisíveis. Hoje penso diferente, as pessoas os reconhecem, mas, não o querem por perto.

O que muitas vezes acontece é que, nem o depressivo e nem os que o circundam, reconhecem o valor de cuidar da saúde mental.

O primeiro desabafo foi Escolhas e Consequências, de lá para cá o que mudou foi que comecei a me entender mais, parar de me sabotar, fazer planejamento pessoal e tentar me manter focada nisso.

A frase que mais gostei nesse texto foi:

Você consegue perceber que para a depressão não tem tempo e nem lugar, não depende das suas poses, estudos, vontade, caráter?

Note que: sim depressivos tem vida, escolhas e consequências, como qualquer um.

_

O primeiro poema foi Conviver, nessa época já tinha começado a terapia, esse texto foi uma reflexão dessas conversas. Conviver é a ação mais difícil, necessária e fundamental para os depressivos (e para os não depressivos também), um exercício.

E esses foram todos as postagens de março de 2017, comecei no fim do mês, risos.

De março de 2018 gostei de ter escrito:

Vida de cachorro

Curtir

Risos com o psquiatra

Doces pensamentos

Amor sem solução

Essa conquista, e muitas outras que vocês nem podem imaginar, só foi possível por causa da leitura de vocês. Muito obrigada 🙋🏽‍♀️


Cristileine Leão

FacebookInstagramYouTube


Esta obra está licenciada com uma Licença
Creative Commons Atribuição Não Comercial Compartilha Igual 4.0 Internacional

18 thoughts on “2 anos – aprendendo andar

  1. Eu só posso dizer que fico feliz por demais da conta sô! Podia aproveitar o bolo para comemorar meu aniversário e o de seu pai junto também kkkkkkkk. Que venha mais outros tantos anos de sua essência minha cara amiga. Parabénssss. Gosdimaisdocepontocompontobeere

  2. 😂trem bom ouvir isso sô, quero mesmo é pão de queijo e doce de leite pra comemoração, rsrs, uma vontade quase platônica. Abraços parceiro de caminhada 🙋🏽‍♀️

  3. O convite já foi feito: venha a Minas comer o pão de queijo de verdade… o doce de leite idem e quem sabe aprender a falar trem para tudo… menos para o trem… que vitória a sua… continue a escrever e vencer…

  4. Agradeço o carinho Estevam, só de pensar nessas delícias dá água na boca. Bem que Minas podia ser para mim um logo ali… um dia chego. Abração.

  5. Muito importante o que está escrito na ultima frase, e que se refere ao partilhar de sensibilidades com quem nos lê. Este dar e receber faz bem a todos nós!
    Parabéns Cris, e vamos-nos lendo!

Sua opinião agrega: comente aqui 🔄

%d blogueiros gostam disto: